quinta-feira, 1 de dezembro de 2011

2x2

Sinto carinho por muitas pessoas. Muitas passam - por curtos ou longos períodos - pela minha vida. Alguns muito curtos, mas suficientes pra eu me lembrar às vezes. Ou não me lembrar nunca mais, mas que me fazem parar pra pensar ali, naquele mesmo instante. E fazem toda diferença, conscientemente ou não. Alguns são dignos de lágrimas, outros de sorrisos, outros de reflexões.

Mas existem algumas pessoas que, estas sim, são inesquecíveis, e, estas sim, fazem a diferença conscientemente. Hoje quero falar de quatro dessas pessoas, quatro grandes amigas: duas de cá e duas de lá. As de cá entraram na minha vida quando ainda éramos crianças. Há fotos denunciantes. Mesmo com os vaivéns (meus, delas e da vida), com os passageiros desencontros, que se tornam novamente encontros, uma está sempre lá pra outra (ligando, visitando ou mandando sinal de fumaça). Desde a pré-escola, quando a única preocupação era comer ou não o sanduba de carne moída, e não ser a chata no dia da formatura por usar uma roupa diferente, passando pelo ensino médio, em que o primeiro namorado era o único assunto do dia, da semana e do mês, até a faculdade, e, agora, pós-graduação. Os assuntos nunca se perderam, nós nunca nos perdemos.

As de lá entraram e "saíram" da minha vida de forma mais rápida. Mas foram, sem dúvida, os melhores anos, e as melhores recordações. Conheci já na graduação e ainda não consegui parar de ter os mesmos papos daquela época. Acho que isso é normal, e nem espero que acabe. Aliás, quero que sempre continue, e que o contato seja sempre próximo, como é. Pois não importam se poucos ou muitos quilômetros de distância, a sensação é sempre a mesma, de presença. Em maus ou bons momentos. E isto é grande parte da força que eu preciso.

Portanto, Fer, Jo, Fran e Rê, tratem de não me abandonar, ok? :)

2 comentários:

  1. nunca vou te abandonar, nunca mesmo, até porque, não é questão de eu querer, já te disse q sou pior que chiclete mole em dias quentes grudado no sapato e no asfalto... gruuuuuuda e só o dono do sapato raspando com pedra é que consegue largar!

    pra sempre fi, sempre mesmo.

    ps. quantia q eu sou branca perto de vc e da fran, não ta escrito.

    ResponderExcluir
  2. Amizade Linda! Amigos, anjos que não possuem asas!

    ResponderExcluir